Carteira

A tela de carteira de investimentos mostra a posição atualizada dos investimentos, organizados em painéis por tipo de ativo. Os investimentos diretos em contas são agrupados no painel de "Aplicações em contas".

Painéis
Os painéis exibem a posição atualizada, a variação e rentabilidade de cada ativo/conta em carteira e permitem realizar operações de venda, resgate, lançamentos de rendimentos, IR, IOF, etc, de acordo com as características de cada ativo/conta.

Variação
A variação é calculada considerando o valor médio de aquisição dos ativos e o valor da cotação ou valor atual dos ativos.

Rentabilidade
A rentabilidade é calculada utilizando o sistema de cotas e considera, além da variação, os rendimentos (perdas e ganhos) provenientes da compra e venda dos ativos, dos proventos recebidos e impostos e tarifas pagas, etc.

Variação e Rentabilidade Total
A variação e rentabilidade da carteira como um todo são calculados considerando o percentual ponderado de todos os ativos em carteira.

Cotação dos ativos
A atualização das cotações dos ativos e indexadores usados na atualização diária da posição é feita conforme regras abaixo:

Ações, Opções, ETFs e FIIs consideram a cotação do dia útil anterior e utilizam como fonte de dados o arquivo de cotações diárias disponibilizados pela BMF;

Títulos públicos normalmente consideram a cotação do dia útil anterior mas podem apresentar eventual defazagem de até 2 dias e utilizam como fonte de dados os arquivos disponibilizados diariamente pelo Tesouro;

Moedas consideram a cotação do dia útil anterior e utilizam como fonte de dados o arquivo diário disponibilizado pelo BACEN;

Fundos bancários podem ter sua cotação defasada em até 5 dias. A fonte de dados utilizada é o arquivo com informes diários disponibilizado pela CVM. A defasagem de 5 dias (que é um prazo máximo estabelecido por nós para tomar alguma ação) se deve ao fato de que o CVM quase sempre atrasa entre 2 e 5 dias as publicações dos informes;

Os indexadores utilizados (CDI, SELIC, IPCA e Poupança Mensal) são atualizados utilizando o Sistema Gerenciador de Séries Temporais do BACEN. No caso da ausência de um indexador em determinada data, o sistema projeta seu valor baseado no último índice encontrado.




No botão de adicionar é possivel abrir a tela abaixo para realizar operações individuais normais ou day trade ou a importação de notas de corretagem, de corretoras homologadas.





A opção de importação de nota, abre a tela abaixo para escolher a conta e a corretora.





Após escolher a conta e corretora e clicar no botão "IMPORTAR NOTA", o sistema abre uma caixa uma tela para escolha da nota que será importada e, caso seja possível, exibe o conteúdo da mesma na tela abaixo, onde devem ser feitos os ajustes necessários, tais como: definir o papel, caso o sistema não tenha conseguido identificá-lo automaticamente, ajustar o tipo de ativo e ajustar valores de custos operacionais e IRRF, quando necessário.


 


Caso a corretora não esteja homologada pelo sistema para importação de nota ou, mesmo homologada, não tenha sido possível realizar a leitura correta da nota, o sistema permite a digitação da nota, a partir da tela abaixo:




Neste caso, a inclusão das operações da nota pode ser feita individualmente ou através da importação de planilha Excel. O modelo da planilha aceita pelo sistema pode ser baixada aqui.